Eco trabalhos T1 1 CEB M. J. Pinho

A turma T1 1.º CEB na sede Fernando Caldeira, da professora Maria João Pinho continua a surpreender com o trabalho curricular ambiental. Apresentam-nos desta feita  a sua visão da sessão ” Zonas Húmidas” , palestra da Dr.ª Marina Ascensão, Agenda 21 CMÁgueda em 24 fev:

Ação de Sensibilização “ Zonas Húmidas”

“No passado dia 24 de fevereiro, a turma FC1 do 3º ano participou numa Palestra dedicada ao Tema “ Zonas Húmidas”, esta palestra foi dada pela Bióloga da Câmara Municipal de Águeda, Marina Ascensão. Esta palestra teve uma grande adesão participando cerca de 150 alunos do 1º e 2º ciclo.
Esta temática foi abordada pelo motivo que era o aniversário do momento em que se começou a classificar estas zonas (cerca de 40 anos).
Estas Zonas Húmidas têm muitos benefícios para o equilíbrio dos ecossistemas do nosso planeta, nomeadamente: – promovem a diversidade de espécies, providencia alimento para as espécies nelas existentes. Preservam e purificam a água, que é um recurso cada vez mais escasso no planeta. Também evitam inundações, porque são zonas naturais de retenção água. Geram paisagens lindíssimas onde pode fazer desportos náuticos, nadar ou até correr, fazer ciclismo ou caminhadas nas suas proximidades e também observação de espécies, nomeadamente aves. Também cativam à arte da fotografia, desenho, pintura, etc… Surpreendentemente ficámos a saber que estas zonas fixam bastante dióxido de carbono, até mais que as Florestas Tropicais.
Infelizmente estás zonas têm sofrido muitas ameaças e o planeta perdeu uma grande percentagem das mesmas ( cerca 64%). Os cientistas dizem que é principalmente devido ao Aquecimento Global e às Alterações Climáticas, mas também devido à destruição do próprio Homem, à poluição, à contaminação com produtos agro-pecuários e industriais, a algumas espécies invasoras, tal como o jacinto de água, etc…
Nesse sentido, o Ser Humano tem de pensar como reverter todo o processo de destruição das Zonas Húmidas. Será possível ainda fazê-lo? Acreditamos que sim. Para isso, os humanos têm de cuidar e preservar bastante estas zonas e não as poluir, não recolher ou destruir espécies naturais dessas zonas, especialmente árvores que equilibram todos estes ecossistemas. Tentar travar o mais possível o Aquecimento Global. 
O Ser humano também poderá tentar construir novas Zonas Húmidas tal como se fez em vários sítios no Globo, nomeadamente naAldeia Ecológica do Tameraem pleno Alentejo, um local que era muito seco e deserto e ficou equilibrado com a realização de uma lagoa construída com ajuda e conhecimento do Engenheiro e permacultor austríaco Sepp Holzer, ele criou uma paisagem de retenção aquática em 2007 e em apenas dois anos se transformou numa esplêndida lagoa natural.
No entanto, a zona de Águeda foi presenteada com a presença de uma lagoa natural lindíssima que é a Pateira de Fermentelos. Todos nós devemos ter muito orgulho nela e estimá-la e valorizá-la o mais possível. 
 Daí ser muito importante as Ações de Sensibilização dedicadas a este tema.”

TFC- 1 – 3º ano [EB Fernando Caldeira, professora M.ª João Pinho]
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s